Mahou Tias #055 – O Sonho De Viviane

Mahou Tias (Logo sob fundo verde)

Pouco antes do fim do domingo, Tatiane, Estela, Viviane, Debora e a mãe de Ricardo, foram avisadas que seriam movidas para uma sala na enfermaria, onde ficassem juntas, facilitando a guarda da polícia.

Depois que a transferência foi feite, na madrugada, um dos investigadores entrou no quarto das mulheres, e começou a lhes fazer perguntas.

Elas acabaram se contradizendo, e Tatiane julgou que seria melhor contar parte da verdade, ao invés de sustentar uma mentira que geraria mais perguntas sem resposta.

O investigador ficou intrigado e questionou:

– Porque vocês mentiram?

– Por que, mesmo alguns de nós sendo policiais, nós tentamos resolver essa situação por conta própria, e envolvemos civis nisso. – Respondeu Tatiane.

– E porque tentaram resolver por conta própria? – Voltou a questionar o investigador.

– Teve inspiração das Supermulheres, mas não era o principal. Ninguém sabia como convencer alguém que as pelúcias estavam roubando energia. – Explicou Tatiane.

– Isso eu tenho que admitir. Eu mesmo não saberia como iniciar uma investigação. – Falou o investigador envergonhado.

– Junta com isso a possibilidade de ela poder interromper o roubo de sangue a distancia. Nós não sabíamos, e acho que vocês ainda não sabem, se o processo pode ser interrompido. Se ela soubesse que estivesse sendo investigada, ela certamente pararia. – Falou Tatiane.

O investigador pareceu convencido dos motivos do grupo para mentir, e perguntou para a mulher o que realmente tinha acontecido.

Tatiane explicou que realmente tinha sido Stefani quem tinha percebido sobre as pelúcias. E que a garota havia contado para Laura, uma das mortas. Ela explicou que Laura era ligada com coisas de espíritos, e tinha confirmado, a suspeita de Stefani.

Ela explicou que Viviane, Ricardo e seus familiares ficaram sabendo por Stefani. E que tinham todos discutido o assunto, e que a maioria havia votado por ir até o local, ver por conta própria.

A investigador quis saber como eles tinham descoberto o local.

Viviane explicou que eles tinham usado a internet, e algumas informações que os três policiais conseguiam. Mas quem tinha mostrado o local exato, tinha sido o pai de Vitório, que tinha tirado fotos das plantas.

O investigador ficou surpreso por mais alguém estar falando, e disse:

– Agora as coisas tão começando a fazer sentido. E o Vitório já passou essas fotos pra gente.

Então, Estela falou que Tibúrcio tinha convidado todos para ir na casa dele, mas que antes teria que preparar algo. Então quando o homem falou que podiam ir, ele não havia avisado que tinha juntado munição, e que quando chegaram lá, já estava tudo organizado para que eles atacassem aquele dia.

Tatiane completou dizendo que os policiais recomendaram que todos praticassem um pouco de estratégia militar, se a caso algo desse errado. Então no intervalo entre o convite de Tibúrcio e a autorização, eles haviam praticado paintball.

O investigado ficou feliz e questionou:

– E as Supermulheres?

– Nisso ninguém mentiu… Elas chegaram no meio da luta com as plantas, e foram embora tentando seguir a bruxa. – Falou Tatiane.

O investigado ficou satisfeito, desejou boa noite e saiu.

Uma por uma, as mulheres foram dormindo. Viviane foi a que demorou mais, porem logo que dormiu ela sonhou, que estava em um belo jardim, com um céu azul ensolarado.

Então caminhando na direção dela, apareceu Laura. Viviane correi na direção de Laura e agarrando seus ombros perguntou:

– Porque você piscou pra mim?

– Por que agora, você e o Fake vão me substituir. – Falou Laura

– Como, substituir? Eu não tenho poderes iguais aos seus! – Afirmou Viviane.

– Você ficou mais incomodada no local, por que era mais sensível as mas energias de lá. Os outros não foram tão afetados, por não serem tão sensíveis aos fluxos de energia. – Explicou Laura.

– Mas a Stefani e as outras? – Questionou Viviane.

– Elas tem poder, não sensibilidade. – Explicou Laura.

– Eu não posso falar com os animais! – Exclamou Viviane.

– O Fake tá ai pra isso. – Explicou Laura.

Viviane saiu correndo, tentando se afastar de Laura que falou:

– Fugir vai ser pior, é melhor aceitar.

Então Viviane tropeçou em um pedra e acordou, com duas enfermeiras sobre ela, preocupadas com a quantidade de batimentos cardíacos que a garota estava.

Continua…


Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://www.facebook.com/tresquartoscego

http://www.mahoutias.com.br

Commentários do Facebook

Comentários