Mahou Tias #062 – Calmaria

Logo de Mahou Tias em fumdo amarelo

Nos dias que se seguiram, o pai de Ricardo, o de Viviane, Otavio, Tiago e Mario, tiveram alta.

Eles também foram para São Nunca guardados por uma forte escolta.

Apartir dai, a polícia permitiu que as famílias fossem para suas casas.

Stefani, Pamela, Jessica e Leidiane, foram movidas para um hospital de São Nunca, dois dias após a alta de Otavio e dos outros.

Augusto, Ricardo e Vagner, ainda permaneceriam em Campinas por causa da gravidade de seus ferimentos.

Pouco se sabia de Vitório. As informações eram apenas de que ele estava melhor.

O IML, já havia liberado os corpos dos mortos durante o combate. O ficante de Raquel, foi entregue a família. O corpo de Tibúrcio aguardava Vitório.

Mario começou a organizar o funeral de Laura e do pai. Ele entrou em contato com os poucos parentes que os dois tinham, mas estes, não tinham condições de comparecer ao velório.

Uma negociação com os médicos, permitiu que as cinco Mahou Tias estivessem presentes no sepultamento de Laura e do Pai.

Apesar de terem falado com Laura, todos pareciam bastante abatidos, principalmente Leidiane, que se sentia como se tivesse traído uma amiga, por não a ter salvo.

No dia trinta de junho, as quatro mulheres mágicas, tiveram alta, e puderam terminar sua recuperação em suas casas.

No mesmo dia, Ricardo, Augusto e Vagner foram transferidos para São Nunca, para que ficassem mais próximos de suas famílias.

Enquanto todas essas coisas aconteciam, Viviane continuava sonhando com Laura, que sempre insistia para que esta aceitasse seus dons.

De tanto Laura insistir, Viviane acabou cedendo, e seguindo as instruções da treinadora, foi vendo seus poderes florescerem.

Uma semana após ter aceito seus dons, Viviane já dava ordens a Fake, sem usar comandos verbais.

A própria Laura havia se surpreendido com a velocidade com que Viviane havia aprendido a falar com a alma.

Viviane dizia que com uma professora tão insistente, não havia como demorar.

As maiores dificuldades de Viviane neste primeiro momento, estavam sendo entender Fake, e ter a confiança dos outros animais.

Laura também começou a questionar o real motivo da existência da Fake, pois se continuasse aprendendo, Viviane deixaria de precisar do animal.

No dia que Stefani chegou em casa, Viviane foi visita-la, e aproveitou para contar sobre seu treino com Laura.

Stefani se surpreendeu, e contente, disse que seria bom ter a amiga no time.

Viviane agradeceu, e disse que contaria pessoalmente para cada uma das Mahou Tias.

Quando ficou sabendo, Leidiane insistiu para que Viviane perguntasse para Laura, se ela tinha falhado em algo com ela.

Viviane prometeu perguntar, e quando perguntou, naquela noite, Laura decidiu fazer uma visita aos sonhos de Leidiane.

Agora que todas as Mahou Tias estavam em casa, Tatiane e Leidiane, começavam a organizar a viajem para visitar o pajé.

O mais difícil seria entrar em uma região indígena sem chamar a atenção.

Jessica levantou a possibilidade de elas viajarem para algum lugar que não chamasse a atenção, e depois irem até a tribo as escondidas.

O plano era arriscado, pois qualquer movimento em falso, levantaria suspeitas junto as autoridades.

Depois de muita discussão, ficou decidido, que Tatiane iria sozinha. Porem instruída por Laura, Viviane pediu para ir junto.

E assim ficou decidido, Viviane iria junto de Tatiane encontrar o pajé, para aprender mais sobre as frutas e sobre seus poderes, assim depois as duas juntas, poderiam treinar o resto do grupo.

Continua…


Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://www.facebook.com/tresquartoscego

http://www.mahoutias.com.br

Commentários do Facebook

Comentários