Mahou Tias #074 – Consequências

Logo de Mahou Tias em fumdo amarelo

A entrevista das supermulheres, caiu como uma bomba em São Nunca. A revelação de um novo vilão, instaurou uma sensação de desanimo na cidade.

A Tribuna do Nunca, junto da entrevista, publicou uma análise sobre a crise imobiliária que tal revelação podia gerar.

Com a ameaça, o valor do metro quadrado de terrenos, alugueis e afins, despencaria, tornando impossível, para quem quisesse sair da cidade, faze-lo.

Outra matéria que o jornal publicou, falava de uma possível crise industrial e comercial. As ameaças, podiam fazer empresas e comércios se retirarem antecipadamente da cidade.

Leidiane achou que Tatiane não precisava ter falado sobre Ganu, pois ninguém sabia exatamente o que ele faria.

Tatiane sabia que havia instaurado uma crise na cidade, mas se sentia bem, pois sabia que estava alertando as pessoas.

Conforme os dias foram passando, a aprovação das supermulheres junto ao público diminuiu bastante, pois a Tribuna do Nunca, fazia questão de ressaltar, que o índio viria destruir São Nunca, para tirar as heroínas do caminho.

Deprimida com a situação, quatro dias após a publicação da matéria, Leidiane estava em sua casa, se concentrando na chama do fogão. Ela se deixou levar tanto pela chama, que a sentiu pulsar, e sem perceber enviou sua energia para ela.

O resultado, foi que Leidi teve que trocar o fogão e o encanamento do gás, pois tudo havia derretido.

Leidiane, não só conseguiu produzir chamas mais poderosas e maiores, mas também, descobriu que da mesma forma que aumentava ou diminuía as chamas, podia aumentar e diminuir a temperatura das coisas.

No dia seguinte, as Mahou Tias, voltaram a patrulhar a cidade durante a noite. Seus principais adversários eram traficantes, assaltantes e pichadores.

No dia seguinte, uma terça-feira chuvosa, Vagner finalmente recebeu alta para terminar sua recuperação junto da esposa.

Augusto por sua vez, apesar de estar melhor que Vagner, estava sendo mantido no hospital, por causa de sua idade.

As patrulhas das Mahou Tias, voltaram a ser frequentes, mas passaram a encontrar muita desaprovação por uma grande parcela da população. Se antes a maioria as aprovava, agora, a situação estava bem dividida.

Desde a divulgação da existência de um novo inimigo, Vitório colocou a inteligência da polícia da cidade para trabalhar. Qualquer pessoa com traços indígenas, passou a ser monitorada de perto. Mas até o ultimo dia de julho, nenhuma delas demonstrou intenções de destruir a cidade.

Vitório pediu para que as Mahou Tias, fossem até uma delegacia passar mais detalhes sobre esse índio para a polícia, já que Vitório não podia simplesmente aparecer com informações privilegiadas.

Assim, no primeiro dia de agosto, Bolinha e Adubo, foram até a uma das principais delegacias de São Nunca, e contaram tudo que sabiam sobre Ganu, até revelando sua tribo de origem.

Viviane ficou preocupada, pois o pajé poderia acabar falando sobre as frutas, e pediu que os animais levassem um recado até ele, explicando a situação.

No entanto, Laura voltou a aparecer nos sonhos de Viviane, que pediu a ela para reforçar o recado.

Laura fez o que Viviane havia pedido e avisou o pajé. O índio respondeu que faria o possível para sustentar a mentira e passar o máximo de informações sobre Ganu as autoridades.

Continua…


Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/tresquartoscego

http://www.mahoutias.com.br

Commentários do Facebook

Comentários