Mahou Tias #097 – Uma Noite Qualquer

Logo Vermelho

Tatiane foi bastante repreendida pelas outras Mahou Tias e pelos outros membros do grupo.

Contudo, ela sabia que tinha feito o certo, ela precisava amaciar Stefani, para que ela não hesitasse novamente.

Para Jat isso poderia travar mais a garota do que ajuda-la.

Porem a própria Stefani não estava revoltada com Tatiane, ela sabia que estava sendo frouxa, e que já podia ter acabado com isso.

Nos dois dias seguintes, a força tarefa de cassa a Ganu, o avistou voando por duas vezes, mas sem conseguir determinar sua trajetória.

Na sexta a noite, Vagner estava deitado em sua cama, revisando imagens de satélite, na tentativa de pegar alguma pista que alguém ainda não havia percebido.

Tatiane entrou no quarto com uma grande bacia de pipocas dizendo:

– Desiste, essas imagens não são do momento que o maldito foi visto.

– Mas ele tem que estar em algum lugar, tem que ter uma pista!

Tatiane pulou na cama derrubando pipocas na coberta, até que se ageitou, e ao lado do marido passou a assistir o jornal.

A repórter do tempo dizia que uma grande ona de umidade estava se dirigindo para a Grande São Paulo, o que deixaria o tempo fechado e almentaria a possibilidade de chuvas.

Assim que o jornal acabou, a mulher tirou o notebook do colo do marido, e colocando na cabeceira da cama. Vagner falou:

– Eu ainda sou policial, mesmo afastado eu quero ajudar.

– Eu entendo, mas você não pode fazer milagre! Se não da, não da! – Falou Tatiane.

O homem cedeu e juntos começaram a assistir um filme pela internet.

O filme era romântico, o que mexeu bastante com o emocional da Mulher.

Vagner começou a acariciar a perna da esposa, que sorrindo, subiu no colo do marido, começando a beija-lo.

Vagner retribuiu descendo as mãos pelos cabelos da esposa, passando por suas costas até lhe apalpar as nadegas.

A mulher tirou a blusa do pijama, deixando seus seios a mostra para o marido, que começou a lhe acariciar os mamilos.

Tatiane começou a passar as mãos no tronco de Vagner, que já estava sem camisa.

A mulher saiu do colo do marido, começando a lhe puxar a cueca pelas pernas.

Com a cueca do marido no chão, ela começou a acariciar o membro do marido com as mãos, dando leves beijos antes de o colocar na boca.

Depois de um tempo das caricias de sua esposa, Vagner a fez tirar a parte debaixo do pijama, o que ela fez da forma mais sensual possível.

O homem puxou a mulher para si, a fazendo sentar em seu rosto.

Enquanto a língua de Vagner brincava entre as pernas de Tatiane, ela acariciava a careca do marido.

Depois de um bom tempo sendo aquecida pela boca do marido, Tatiane se levantou de seu rosto, e se sentou em seu pênis.

Ela fazia leves movimentos de subir e descer com a sintura, movimentos que eram repetidos por Vagner.

O homem alternava as mãos entre a sintura e os seios da esposa, que mantinha as mãos dela sobre as dele.

Eles ficaram nisso, até chegarem no clímax.

Após trocarem prazeres, ambos caíram no sono abraçados.

No dia seguinte, Tatiane preparou um belo café da manhã, que aproveitou junto do marido.

Então mais relatos de pessoas que afirmavam ter visto Ganu começaram a chegar, e o homem foi analisa-los, enquanto Tatiane ia para uma das lojas de Leidiane ver se estava tudo bem.

Continua…


Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://twitter.com/danilosferrari

https://twitter.com/tresquartoscego

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/tresquartoscego

http://www.mahoutias.com.br

Commentários do Facebook

Comentários