Contos – A Armadilha

Contos - Três Quartos Cego Capa

A tropa cavalgou passando, e deixando sua marca por várias cidades, até que na entrada de uma, os portões estavam fechados.

O macho alfa, junto de outros machos, atacaram o portão, mas ele não abriu.

A tropa começou a procurar um caminho alternativo, mas não encontraram.

A esquerda da cidade, haviam um pasto grande, que dava em uma floresta que ladeava a cidade.

Como o lugar também tinha água, o macho alfa moveu a tropa para lá.

Os animais estavam aproveitando, grama e água em abundância.

O macho alfa, cobria suas éguas favoritas.

Algumas delas já tinham grandes barrigas, prestes a dar à luz.

A ave continuava na cabeça da égua, que estava enciumada pelo fato de o macho alfa não procura-la.

A ave voou por cima dos muros da cidade, e viu vários humanos com roupas reluzentes se agrupando.

Na estrada, por onde a tropa tinha vindo, ao longe, era possível ver mais humanos reluzentes agrupados.

A égua achou a visão da ave estranha, e avisou o macho alfa, que não se importou, indo cobrir outra égua.

A bola de luz foi descendo e o céu escurecendo, até que tudo ficasse escuro.

Os humanos reluzentes começaram a sair de dentro da cidade, enquanto os que estavam na estrada, só naquele momento se aproximavam.

Quando os dois grupos se encontraram, começaram a colocar fogo em pedaços de madeira que eles chamavam de tocha.

Então outros humanos fizeram suas flechas queimar, as disparando contra a tropa.

A égua e a ave, estavam atentas, escapando da saraivada. Porem a maioria dos animais não teve a mesma sorte.

A ave e a égua já haviam lutado contra aqueles humanos de peles reluzentes, e sabiam que abate-los era difícil. Então, correram para dentro da floresta.

Os humanos sacaram laminas, e correram na direção da tropa.

O macho alfa avançou na direção deles, junto de outros machos.

O macho alfa era cortado, mas sem gravidade, enquanto tentava sem sucesso derrubar os humanos reluzentes.

Machos, fêmeas, mesmo as com barrigas grandes, começaram a ser derrubados um a um.

O macho alfa viu sua tropa sendo destruída.

Sem ter como lutar ele fugiu na direção da floresta.

Já perto das árvores, foi atingido por duas flechas no lombo.

Alguns dos humanos reluzentes adentraram a floresta, no encalço do macho alfa, que começava a dançar entre as árvores.

Ele devia ter dado ouvidos aquela égua. Ela era como ele mais inteligente que os outros.

O macho sabia para onde a égua estava indo, seu cheiro de fêmea no sio, era bem forte.

Ele não quis cobri-la, pois não queria admitir que ela estava próxima dele.

Depois de um longo tempo de fuga, os humanos reluzentes, deixaram de perseguir o alfa.

O líder da tropa, agora inexistente, acabou por encontrar a égua no fim da floresta, quando o céu clareou.

A égua mordeu as flechas as tirando do lombo do macho alfa, que gritou de dor, mas agradeceu a égua.

Então os dois cavalos e a ave, juntos, reencontraram a estrada, continuando a segui-la.


Compre na GearBest através deste link e ajude o site:
https://www.gearbest.com/?lkid=11151656

YouTube Tres Quartos Cego:
https://www.youtube.com/channel/UCDs5OHjNzeEDA356Bo4Lkyw

YouTube – Tres Quartos Cego Diversão e Games:
https://www.youtube.com/channel/UCjYqyqZIqrHjonDXQbtjU5w

Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://twitter.com/danilosferrari

https://twitter.com/tresquartoscego

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/tresquartoscego

http://www.mahoutias.com.br

Parceiros:
http://www.animesphere.com.br/

Commentários do Facebook

Comentários