Contos – O Lampejo De Heleg

Contos - Três Quartos Cego Capa

Os dias passavam e nada de Pégaso aparecer. Péya já estava ficando enraivecida.

Sohac tentava acalma-la, mas não tinha muito êxito.

Heleg ainda se sentindo excluída, ficava observando tudo do topo das árvores.

Uma coisa que os três não podiam negar, era que o lugar era fantástico, ele tinha comida de sobra. As coisas não reapareciam magicamente, mas existiam em abundância.

Uma bela tarde ensolarada, sem nuvem alguma no céu, entediada, a égua saiu correndo e voou.

Sohac estava distraído buscando madeira para a fogueira da noite, não percebendo a saída de Péya.

Heleg querendo saber o que a amiga pretendia, alçou voa a seguindo.

Péya seguiu em linha reta em direção a uma cidade, voando em círculos sobre ela, na intenção de chamar a atenção dos humanos.

Não demorou até que começassem a apontar para o alto na direção dela.

Satisfeita, Péya transmitiu seus sentimentos a Heleg, rumando para a próxima cidade.

E lá, novamente as pessoas apontavam para ela no alto.

Foi assim por mais uma dúzia de cidades, vilas e vilarejos, até que começou a anoitecer, e Heleg insistiu para que voltassem.

Achando prudente, Péya deu meia volta, seguindo na direção do acampamento.

Quando ouviu Péya pousando, Sohac correu em sua direção gritando:

– Como vocês somem e não me avisam! Achei que tinham fugido, me abandonado!

– Eu fui chamar a atenção dos outros humanos, nas cidades. Quem sabe assim eu chego aos ouvidos de Pégaso. – Respondeu a égua, indiferente a irritação de Sohac.

– Você fez o que?! – Se indignou mais ainda o homem.

– Chamei a atenção. – Disse Péya como se fosse a coisa mais comum do mundo.

– Temos que ir embora, vão vir atrás de nós. E eu não tenho condições de proteger você em um combate. – Falou Sohac, indo até a fogueira.

– Eu já te provei que posso me defender, você não precisa lutar. Deixe que eu resolvo. – Falou a égua com um tom arrogante na voz.

– E se eles trouxerem um exército? – Indagou o homem.

– Voamos e fugimos. – Falou Péya calmamente.

Sohac caiu sentado no chão, se deitando irritado, não falando nada até a manhã seguinte.

Heleg sentia que Sohac estava falando algo sensato. Então ela se tocou que havia entendido o que o homem havia dito.

Enquanto os dois pegavam frutas, no entanto, o homem falou e a ave não entendeu.

Heleg havia ficado curiosa, mas resolveu não compartilhar seus sentimentos com a amiga, ela resolveu esperar.


Compre na GearBest através deste link e ajude o site:
https://www.gearbest.com/?lkid=11151656

YouTube Tres Quartos Cego:
https://www.youtube.com/channel/UCDs5OHjNzeEDA356Bo4Lkyw

YouTube – Tres Quartos Cego Diversão e Games:
https://www.youtube.com/channel/UCjYqyqZIqrHjonDXQbtjU5w

Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://twitter.com/danilosferrari

https://twitter.com/tresquartoscego

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/tresquartoscego

http://www.mahoutias.com.br

Parceiros:
http://www.animesphere.com.br/

Commentários do Facebook

Comentários