Contos – Encontrando A Deusa

Anuncio

Contos - Três Quartos Cego Capa

Eles estavam voando a algumas horas, mas já avistavam o Olimpo. Péya comentou:

– Nós estamos bem acima do monte, e já não existe nada!

– Temos que subir mais! Depois de uma certa altura, o monte reaparece. – Falou Pégaso.

Pégaso estava certo, depois de subirem bastante no ar, quando já começava a ficar difícil de respirar, eles avistaram a continuação do Olimpo.

Quando pousaram, se depararam com um local repleto de flores e árvores, das mais variadas espécies.

Havia um caminho de tijolos, que pareciam ser feitos de ouro, tamanho seu brilho.

Sohac tentava perceber tudo, mas o reflexo do sol nos tijolos lhe ofuscava a polca visão que tinha,

Depois de passarem por lagos, fontes e até pequenas quedas d’agua, se depararam com uma construção de teto circular, sustentado por vários pilares gregos. Sob o teto, havia um círculo de acentos aconchegantes, um deles era elevado e maior.

Não havia ninguém ali, o que deixou Pégaso irritado:

– Eu disse que voltaria com vocês, como eles não esperaram!

– Pégaso, você é muito irritadinho. Tenha mais calma garanhão! – Disse uma voz feminina, que sou doce pelo local.

De traz de uma das pilastras, saiu uma mulher loura com cabelo até a cintura, corpo atraente, trajando um vestido que deixava um dos seios a mostra:

– Afrodite, porque os outros não estão aqui? – Questionou Pégaso.

– Tiveram assuntos para resolver. Respondeu a mulher.

Afrodite caminhou até Péya, lhe acariciando o corpo. A égua ficou tensa, mas não fez nada.

Sohac que ainda estava sobre Péya, sentiu uma mão percorrer sua perna até seus genitais, onde agarrou o pênis:

– Olha que miudinho. Será que quando duro fica grande? Vamos ter que descobrir.

Sohac congelou. Ele sabia que Afrodite era a deusa do amor, e nunca imaginaria que ela pudesse ter algum interesse nele:

– Afrodite! Ele é um mero humano! Como você pode?! – Questionou Pégaso.

– Pégaso, aprenda uma coisa, não é porque são humanos que são totalmente descartáveis. Eles tem suas utilidades.

Afrodite estendeu a mão para que Heleg subisse em seus dedos. Já com Heleg na mão, começou a estuda-la:

– Você ainda tem seu tamanho original. Realmente acabou de se transformar. Uma coisa que aprendemos com Fênix, é que vocês vão crescendo com o passar do tempo. E esse tamanho reflete seu poder:

– Então sou fraca? – Questionou Heleg.

– Você já é mais forte do que já foi um dia. Comparada a Fênix, sim é fraca. Fênix tem um metro e meio de altura, e não é um avestruz. Ela é de uma espécie pequena, semelhante a sua. – Respondeu a deusa.

– Você realmente parece ter bastante conhecimento. – Disse Sohac descendo de Péya.

Afrodite simplesmente se virou para ele o encarando curiosa:

– Então me explique porque alguns humanos nascem como eu… Imperfeitos… – Questionou Sohac ríspido.

– Como ousa ser grosso comigo! – Se enfureceu a mulher.

– Como ousa me fazer nascer imperfeito! – Disparou de volta Sohac.

Afrodite foi pega de surpresa, nunca tinha sido enfrentada por um humano que conheceu:

– Eu não devo satisfação a um humano! – Disse a mulher.

– Mate o! – Pediu Pégaso.

Afrodite, bufando, estendeu a mão na direção de Sohac dizendo:

– De hoje em diante, será meu escravo! Vai obedecer a todas as minhas ordens. Se desobedecer, sofrerá fisicamente.

Sohac caiu de joelhos, sentindo como se faixas se enrolassem em seu corpo. Ele sabia que estava preso.


Compre na GearBest através deste link e ajude o site:
https://www.gearbest.com/?lkid=11151656

YouTube Tres Quartos Cego:
https://www.youtube.com/channel/UCDs5OHjNzeEDA356Bo4Lkyw

YouTube – Tres Quartos Cego Diversão e Games:
https://www.youtube.com/channel/UCjYqyqZIqrHjonDXQbtjU5w

Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://twitter.com/danilosferrari

https://twitter.com/tresquartoscego

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/tresquartoscego

http://www.mahoutias.com.br

Parceiros:
http://www.animesphere.com.br/

Commentários do Facebook

Comentários

Deixe uma resposta