GlaucOma #05 – Tangram

Anuncio

Glauc na linha superior Oma na linha iferior. Texto Alinhado a esquerda, em azul, com contornos azul escuro, sobre fundo azul, não tão claro, com um par de olhos na divisa das linhas, alinhados a direita.

Após almoçar, Glauco foi para seu quarto, conectou seu iphone a uma caixinha bluetooth, tocando uma playlist de músicas variadas no YouTube.

Eles haviam terminado o primeiro dia de aula, com apenas uma tarefa para casa, a da professora de artes.

Alguns minutos após as 14 horas, Oma bateu a porta do irmão, pedindo permissão para entrar.

Ao ver o rapaz deitado na cama, ela disse:

– Glauco, não é melhor fazer a tarefa da professora de artes.

– Ela nem falou quando é a próxima aula dela. Respondeu o rapaz.

– Renata é amiga de uma das meninas que trabalha na direção, e me passou nosso cronograma. A próxima aula de artes será na sexta. – Explicou a garota.

– Então tenho bastante tempo. – Concluiu Glauco.

A garota apoiou as mãos nos joelhos, suspirou, e falou:

– Você sempre arranja briga com as professoras de arte. Será que dá pra ser diferente esse ano?

– A culpa não é minha, elas me obrigam a fazer algo para a qual não tenho aptidão física. – Respondeu o garoto.

– E eu lá tenho mais aptidão que você! Enxergamos praticamente da mesma forma! – Se irritou a garota.

Glauco, não reagiu, apenas ficou quieto:

– Olha, eu desenho super mal, e as professoras até hoje não ligaram para isso, porque eu, pelo menos fiz. Mas essa sua atitude, faz os professores ficarem bravos até comigo. – Reclamou Oma.

– Olha, pra que deficientes visuais vão desenhar? Nós não temos a menor chance de fazer isso bem. – Explicou Glauco.

Oma fechou o cenho, mas continuou:

– Eu desconfio que você tenha essa birra com artes, justamente, por ter vontade de desenhar e não conseguir.

Glauco sentiu uma pontada no peito, como se tivesse tomado um tiro. Mas ficou quieto.

Oma suspirou mais uma vez, continuando:

– Eu lamento por isso, mas a gente não tem muitas escolhas… Ou fazemos do jeito que dá, e evitamos problemas, ou não fazemos, e arranjamos problemas para os dois.

Glauco permaneceu calado:

– Vou te dar uma dica para essa tarefa. Você gosta de uma coisa que pode te ajudar a faze-la. – Explicou Oma.

– Como assim? – Questionou Glauco se levantando da cama.

– Que joguinho feito com EVA, que você gosta de brincar? – Questionou sugestivamente a garota.

Glauco, ficou batendo a palma da mão no colchão, até que se sentiu iluminado:

– Você diz o tangram?

Oma juntou as mãos em forma de agradecimento a Deus, falando:

– Cubismo, formas geométricas, tangram… Consegue ver uma relação?

– Poxa essa é uma boa ideia. Concluiu o rapaz.

– Glauco, você não precisa desenhar bem, só precisa ser criativo. – Disse a irmã saindo e fechando a porta.

O rapaz ficou tão animado com a ideia da irmã. Que foi até o guarda-roupas, pegou uma caixa de sapato lacrada com fita adesiva, rompeu os lacres e procurou entre os embrulhos, os jogos de tangram que era menores.

Na caixa, além de kits de tangran, de vários tamanhos e cores, haviam alguns do ovo magico. Porém, Glauco não ligava para este, pois o achava sem grassa.

Pegou dois conjuntos, pegou o caderno, o colocando sobre a escrivaninha, então, foi montando figuras com as peças sobre a folha. Pegou uma canetinha, começando a contornar, as peças.


***********

Após deixar o irmão em seu quarto, Oma foi para o próprio, também, pegando seus kits de tangram, para contornar as figuras com canetinha.

Ela esperava que o irmão pudesse ter ideias como essa sozinho. Contudo, visto as brigas dos últimos anos, ela acreditava que teria que começar a passar suas estratégias para as aulas de arte para o garoto.

Após terminar seu desenho, guardou tudo. Pegou seu celular, e foi ler um de seus livros.

Durante a leitura, o VoiceOver, leitor de tela do iPhone, anunciou: “Whatsapp Renata Escola, Microfone Mensagem de Voz”.

Oma terminou o capitulo, e ouviu a mensagem:

– Oma, você chegou a conhecer alguma das Mahou Tias em São Nunca?

Oma colocou o dedo sobre o microfone, deu dois toques, mantendo o dedo pressionado, gravando:

– Não, só vi na TV.

Oma, colocou o dedo sobre o topo da tela. O VoiceOver informou que Renata estava online, então a jovem esperou a resposta:

– Um dos espíritos que fala com a minha mãe, é de uma amiga delas que morreu na invasão a casa da bruxa.

– Jura! Nossa… Tome cuidado, elas sempre se metem em problemas. – Respomdeu Oma.


***********

Após terminar de falar com Oma, Renata, saiu do Whatsapp e foi ver algumas notificações no twitter.

Entre as notificações, havia uma menção a ela, onde havia uma imagem, com uma montagem da garota, onde sua cabeça estava ligada a um barriu, que tinha dois grandes seios, e dois pezinhos embaixo.

O sangue subiu à cabeça de Renata, mas a tristeza veio logo em seguida lhe arrancando lagrimas.

Ela bloqueou mais esta conta, pedindo aos espíritos que fizessem algo para aquilo parar.


Compre na GearBest através deste link e ajude o site:
https://www.gearbest.com/?lkid=11151656

YouTube Tres Quartos Cego:
https://www.youtube.com/channel/UCDs5OHjNzeEDA356Bo4Lkyw

YouTube – Tres Quartos Cego Diversão e Games:
https://www.youtube.com/channel/UCjYqyqZIqrHjonDXQbtjU5w

Twitch(/strong)
https://www.twitch.tv/tresquartoscego

Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://twitter.com/danilosferrari

https://twitter.com/tresquartoscego

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/danilosferrari/

http://www.mahoutias.com.br

Parceiros:
http://www.animesphere.com.br/

Commentários do Facebook

Comentários

Deixe uma resposta