GlaucOma #21 – Os Tristes Pensamentos De Glauco

Anuncio

Glauc na linha superior Oma na linha iferior. Texto Alinhado a esquerda, em azul, com contornos azul escuro, sobre fundo azul, não tão claro, com um par de olhos na divisa das linhas, alinhados a direita.

Do ponto de vista de Oma, Thiago parecia ser um bom homem. Saber sobre as necessidades de uma pessoa com deficiência, ele sabia, e ela não acreditava que algum tipo de criminoso, iria focar em adolescentes quase cegos. Afinal, pessoas com deficiência davam algum trabalho… Ela sabia disso, já que era alguém com deficiência.

Ao contar para Renata, a novidade, e explicar onde era a casa de Thiago, a amiga respondeu:

– Ah sim! Sei quem é o cara dessa casa, sei onde fica. Ele mora aqui já faz um tempo.

– Já falou com ele? Questionou Oma?

– Não, mas como minha mãe é envolvida com projetos sociais e afins, ela acaba sabendo sobre as pessoas que moram nos arredores. Se não me engano, ele costuma fazer doações. – Respondeu a amiga.

Oma se despediu de Renata, e foi até o quarto dos pais, onde ambos estavam deitados assistindo um filme, contando o que havia ouvido.

Gilmar e Neide se Olharam com um certo alivio nos olhos:

– Nós esquecemos de falar com a Renata. Ela mora aqui a mais tempo, e poderia ter nos deixado mais tranquilos. – Disse o pai, agradecendo a filha.

Quando se virou para voltar ao quarto, deu de cara com Glauco que a agradeceu:

– Obrigado, não precisava ter feito isso, mas obrigado.

– Não precisa agradecer. Eu comentei com a Renata, e ela falou o que sabia, e resolvi dizer para o pai e a mãe. – Respondeu Oma.

O garoto fez um carinho na cabeça da irmã, e seguiu para o banheiro.

Oma, foi para seu quarto, continuando o terceiro capítulo de sua história.

Enquanto urinava, Glauco se deu conta de uma coisa, não tinha com quem compartilhar a novidade. A única amizade que havia feito na escola, era a amiga da irmã. Mas ele mesmo, só tinha Oma e os pais. Isso o fez voltar para o quarto, deprimido.

Ele não havia tido sucesso em se aproximar dos outros rapazes, e nem de outras garotas.

Glauco não se sentiria mal, se fizesse amizade com uma garota, pois essa amizade poderia se tornar colorida.

Então pensou em Renata, mas não conseguiu vela dessa forma mais carnal, não pela barriga da garota, mas sim, por ver nela, uma espécie de apoio a irmã.

Glauco se tocou, que havia um problema, que não havia percebido antes. Arranjar uma namorada, seria uma tarefa extremamente mais dificil que arranjar um amigo.

Ele acreditava, que as garotas, quereriam, homens fortes, de olhares penetrantes, boas pinta, capazes de fazer várias coisas. Tudo o que ele não era.

Como ele poderia ter um olhar penetrante, se mal sabia o que estava olhando? Além disso, ainda havia o problema da cor de seus olhos. Com certeza, não havia nada de sedutor neles. A quantidade de coisas de homem que poderia fazer para uma mulher, reduzia-se bastante, dada sua limitação. Nem nos afazeres domésticos ele teria tanta condição de ajudar. Tanto ele quanto a irmã, faziam o possível para limpar seus quartos, mas era sempre a mãe que dava o real duro na limpeza.

Essa sequencia de pensamentos, deixou o rapaz para baixo. Então foi até o quarto dos pais, se despediu, o que deixou o casal preocupado, indo se deitar, na esperança de que o sono o fizesse esquecer essas coisas.


Compre na GearBest através deste link e ajude o site:
https://www.gearbest.com/?lkid=11151656

YouTube Tres Quartos Cego:
https://www.youtube.com/channel/UCDs5OHjNzeEDA356Bo4Lkyw

YouTube – Tres Quartos Cego Diversão e Games:
https://www.youtube.com/channel/UCjYqyqZIqrHjonDXQbtjU5w

Twitch(/strong)
https://www.twitch.tv/tresquartoscego

Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://twitter.com/danilosferrari

https://twitter.com/tresquartoscego

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/danilosferrari/

http://www.mahoutias.com.br

Parceiros:
http://www.animesphere.com.br/

Commentários do Facebook

Comentários

Deixe uma resposta