GlaucOma #23 A Paixonite De Oma

Anuncio

Glauc na linha superior Oma na linha iferior. Texto Alinhado a esquerda, em azul, com contornos azul escuro, sobre fundo azul, não tão claro, com um par de olhos na divisa das linhas, alinhados a direita.

Glauco, teve que conviver com sua nova percepção. Apesar de as palavras da irmã o terem confortado, já que ela também partilhava das mesmas inseguranças, ele ainda se sentiu incomodado, conforme os dias passavam.

Na terça, dia 8 de março, foi o dia internacional da mulher. A escola preparou algumas palestras exclusivas para as garotas, e outras para os garotos. Na tentativa de inibir relacionamentos abusivos, e mals tratos contra a mulher.

Thiago, foi deixando Glauco a par da documentação contratual. Segundo o homem, tudo estava correndo bem, e dentro do esperado.

Glauco chegou a perguntar, se Thiago precisava de alguma ajuda, no que o homem respondeu:

– Não, relaxa. Estou ajeitando algumas coisas nos moveis do escritório. To adaptando a mesa para você.

Glauco quis saber que tipo de adaptação estava sendo feita, O homem explicou, que estava preparando a gaveta do teclado, para que ela tivesse uma altura, onde o rapaz pudesse digitar, com as mãos debaixo do tampo da mesa. Segundo ele ainda, iria deixar uma altura, para que o rapaz pudesse usar a lupa eletrônica também debaixo da mesa.

O jovem, ficou extremamente satisfeito, pois a adaptação que tinha em casa, seria replicada no escritório.

No fim do dia, o rapaz contou a novidade aos pais durante o jantar. O casal, aparentou ficar satisfeito e seguro, pois não acreditava, que alguém que quisesse fazer mal, estivesse se preocupando tanto.

Oma, não disse nada, mas corou, enquanto escutava o irmão falar com os pais.

Glauco foi para sei quarto, escutar alguma musica. Oma ficou com os pais na sala, assistindo novela. Porem durante o capitulo, a garota foi se sentindo desconfortável, e resolvei ir deitar.

Os pais estranharam, mas a mãe alertou que ela podia estar naqueles dias.

Já no quarto, a garota se deitou na cama, e fechou os olhos. Em sua mente, veio a imagem de Thiago sorrindo.

Abriu os olhos assustada, pois não entendia exatamente o que estava acontecendo.

Ao tentar dormir, tudo que conseguia fazer, era rolar de um lado pelo outro, pensando em Thiago.

Ela sabia que era errado, afinal, o homem era casado. No entanto, ele estava sendo tão gentil com o irmão, que quem sabe ele também não poderia ser com ela, compreendendo, suas necessidades.

O conflito, moeu Oma por dentro. Mas a exaustão, acabou lhe trazendo o sono.

Durante as aulas no dia seguinte, a garota, estava com a cabeça no mundo da lua. Renata e o irmão, perceberam, mas Oma não lhes falou nada, sentia vergonha, de ter os pensamentos que tinha, com um homem tão mais velho e casado.

Durante a noite, já em sua cama, a jovem, conduzida por seus pensamento, se tocou até o sono chegar.

Ela acordou na quinta, com um complexo de culpa muito grande, caminhando calada para a escola.

Glauco tentou tirar alguma informação da irma, mas ela apenas dizia que era para ele não se preocupar.

Um pouco antes das aulas começarem, o rapaz chamou Renata e disse:

– Minha irmã ta esquisita. To preocupado.

– Deve ser coisa de garota… Deixa que eu resolvo. – Respondeu a jovem dando um tapinha no braço de Glauco,

No intervalo, Renata praticamente arrastou Oma para uma pedaço afastado do pátio e perguntou:

– Ta gostando de quem?

Oma empalideceu, e lagrimas começaram a escorrer de seus olhos. Renata assustada, disse:

– Não me diga que é o Roberto!

– É pior! – Exclamou Oma.

Renata, ficou uns segundos em seilencia e questionou:

– Seu irmão?

Oma sacudiu a cabeça:

– Seu pai? – Voltou a questionar Renata,

– Thiago… – Disse Oma por fim.

A garota fofinha, sorriu e colocou a mão no rosto da amiga:

– Eu também, já me apaixonei por um cara mais velho. Só pra confirmar, é o Thiago que contratou seu irmã?

– Sim, mas ele é casado! – Exclamou Oma indignada.

Renata pediu para a amiga explicar, como esse sentimento havia começado. Entãom Oma, contou sobre a conversa com o irmão, onde ambos haviam discutido suas dificuldades em se verem como bons parceiros para outras pessoas, e como Thiago estava sendo compreensivo com o irmãom de uma forma que Oma, não sabia dizer, se algum dia um garoto seria com ela.

Renata suspirou, puxou a cabeça da amiga para seu ombro dizendo:

– Eu te entendo. É o mesmo que sinto por ser gordinha. Fico me perguntando se algum garoto olhará mais para o que sou do que para minha barriga.

– Eu até mo toquei pensando no Thiago… – Deixou escapar Oma, triste.

– Eu não tenho muito o que te dizer, mas que você deve ter Thiago como um amigo, isso eu sei. Tente mudar a forma como você olha pra ele. Se você for trabalhando esse sentimento, com o tempo você supera.

Oma ajeitou a cabeça no ombro da amiga, que continuou:

– Isso pode dar um bom conto. Que tal escrever sobre esses sentimentos?

Oma gostou da ideia, e acreditou, que isso pudesse ajuda-la a desenvolver estes sentimentos esquisitos.

Na saída, Renata, disse para Glauco não se preocupar, que realmente era coisa de garota. O rapaz deu de ombros, e deixou a irmã e a amiga, caminharem juntas, o pedaço do trajeto que lhes era comum.


Compre na GearBest através deste link e ajude o site:
https://www.gearbest.com/?lkid=11151656

YouTube Tres Quartos Cego:
https://www.youtube.com/channel/UCDs5OHjNzeEDA356Bo4Lkyw

YouTube – Tres Quartos Cego Diversão e Games:
https://www.youtube.com/channel/UCjYqyqZIqrHjonDXQbtjU5w

Twitch(/strong)
https://www.twitch.tv/tresquartoscego

Apoie no Padrim:
http://www.padrim.com.br/tresquartoscego

Pesquisa de Público:
http://goo.gl/forms/6o70pS9aM8

contato@tresquartoscego.com

https://twitter.com/danilosferrari

https://twitter.com/tresquartoscego

https://www.facebook.com/tresquartoscego

https://www.instagram.com/danilosferrari/

http://www.mahoutias.com.br

Parceiros:
http://www.animesphere.com.br/

Commentários do Facebook

Comentários

Deixe uma resposta